Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘católicos’

Olá queridos,

Essa semana que se passou, todos nos ficamos sabendo de uma menina de 9 anos que foi estuprada e por consequência desse estupro engravidou de gêmeos e no fim acabou abortando. O mundo inteiro noticiou o ocorrido principalmente pela posição da igreja católica em estar excomungando a mãe da menina e a equipe médica que realizou o aborto. Excomungar no dicionário significa: 1 Anatematizar; separar da Igreja Católica. 2 Tornar maldito; esconjurar. 3 Condenar; reprovar; tachar.

Li alguns artigos na internet que se a menina tivesse os filhos o parto seria de risco, etc. Ouvi algumas pessoas informando sobre o trauma de uma menina de 9 anos ter 2 filhos por consequência de um estupro. Gostaria de deixar uma pergunta : Ela tendo os filhos ou não.. o trauma que se instalou na alma dessa menina teria alguma diferença? Não seria pior para ela depois saber que abortou? Será que ela não levaria isso em seu coração para o resto de sua vida em saber que além de ter sido estuprada, abortou 2 vidas?

Voltando ao caso da igreja católica excomungar. Qual a diferença faz em separar da igreja católica? A igreja nunca é, nunca foi e nunca vai ser uma estrutura física. A igreja é corpo de Cristo que somos nós. A bíblia é clara quando nos informa que a verdadeira religião pura e sem mácula é visitar os orfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo. Está na bíblia no evangelho de Tiago 1:27. Portanto, não vejo motivos para tanto alvoroço. Agora, excomungar também significa tornar maldito, condenar, reprovar. Ai a coisa complica. Quem nos condena não é igreja nenhuma, não vai ser o padre, o arcebisto, o pastor, o papa, o semi-deus que vai condenar alguém. Vamos deixar para quem realmente tem toda a autoridade para fazer isso que é Deus. Ou o padre é Deus? O arcebispo é Deus? O pastor é Deus? O papa é Deus?

Agora voltando em relação ao aborto em si. Em salmos 139.13-16 nos diz o seguinte:

Pois possuíste os meus rins; cobriste-me no ventre de minha mãe.Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra.Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.

Deus nos forma quando estamos ainda no ventre de nossa mãe. Preste atenção nisso “Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe”. O profeta Jeremias foi chamado por Deus antes de ter nascido (Jeremias 1:5) – Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta. O apóstolo Paulo também como diz as escrituas em Gálatas 1:15 – Mas, quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou, e me chamou pela sua graça”. Com essa passagens bíblicas podemos afirmar que as crianças já no ventre têm uma identidade espiritual. Desde o momento da concepção, há um progresso de desenvolvimento que continua até chegarmos a idade adulta.

Nada nessa vida acontece por acaso. Vida é vida. Não sou a favor do aborto e também apesar de amar os católicos (não o catolicismo) .. também não sou a favor da posição da igreja católica. As coisas não funcionam dessa maneira.

Termino com as perguntas que fiz acima, novamente: Ela tendo os filhos ou não.. o trauma que se instalou na alma dessa menina teria alguma diferença? Não seria pior para ela depois saber que abortou? Será que ela não levaria isso em seu coração para o resto de sua vida em saber que além de ter sido estuprada, abortou 2 vidas?

Reflita sobre isso e comente 😮

paz do Senhor Jesus

Gabriel

Read Full Post »

Olá queridos,

Hoje recebi um e-mail dizendo que a Fernanda Brum e o pastor Bené Gomes (líder do Ministério Koynonia de Louvor, um dos primeiros grupos de louvor e adoração do Brasil) ministraram este mês em um seminário ecumênico na paróquia denominada “Nossa Senhora de Fátima” localizada no bairro do Méier, Rio de Janeiro. Esta paróquia é muito conhecida por promover encontros ecumênicos e convidar cantores e pastores evangélicos para ministrarem, como por exemplo o que ocorreu no ano passado, onde o Ministério Casa de Davi participou.

Os pregadores do Seminário foram o Padre Antonio José e os Pastores Geraldo Alcântara, Alexandre da Matta e Bené Gomes e pelo que vi no site essa não é a primeira vez que o pastor participa com a comunidade de Nossa Senhora de Fátima de uma semana de oração pela unidade dos cristãos.

Pastor Bené – “Eu procuro ver como Deus vê. Uma geração de homens e mulheres que buscam o Senhor. Porque Deus não vê rótulos, estampas, se somos católicos, evangélicos, anglicanos… Deus vê os corações. Como diz a Palavra em I Samuel 16, 7: Deus não vê como vê o homem. O homem vê o exterior; “Eu, porém vejo o coração”. Deus não faz acepção de pessoas. Quando olhamos sob as expressões de cada denominação, vemos um coração diante de Deus, faminto, sedento. Vejo hoje um momento de avivamento, de derramar do Espírito Santo, gente que é séria com Deus. Não é um “oba, oba”, tipo “vamos brincar de unidade”, de estar juntos. São pessoas que estão entendendo o que está acontecendo, dirigidas pelo Espírito Santo para dar passos porque acreditam nisso. Eu acredito na unidade”.

É isso ai.

Que Deus continue abençoando e abrindo as portas para que isso sempre aconteça. Unidade. 🙂

Paz

Gabriel

Read Full Post »